Projeto Social Instituto Meninos de São Judas Tadeu

Localizado no bairro de Planalto Paulista, na cidade de São Paulo-SP, o IMSJT (Instituto Meninos de São Judas Tadeu) é uma obra da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus (Dehonianos). Atualmente o IMSJT presta atendimentos em diferentes obras, sempre com a missão de acolher, amparar e educar crianças, adolescentes e jovens em situação de risco e de vulnerabilidade pessoal e social, a fim de que alcancem o pleno exercício de sua cidadania e despertem- se para a responsabilidade social e a solidariedade humana.

A ATEME, sempre preocupada com esse mesmo objetivo, mas utilizando o esporte como ferramenta contra a exclusão social, firmou uma parceria com IMSJT, no final de 2010, oferecendo gratuitamente o treinamento de Tênis de Mesa para as mais de 300 crianças carentes do instituto com idade de 7 a 15 anos. Treinamento que se iniciou efetivamente em fevereiro de 2010.

Divididos em turmas de 20 a 30 crianças, selecionados pelos educadores e coordenadores do instituto, participam de treinamentos diariamente em dois períodos, manhã e tarde. Entre esses menores, alguns serão selecionados para bolsas de treinamento integral de alto rendimento para disputas de campeonatos oficiais.

O tênis de mesa é um esporte que exige muito autoconhecimento, atenção individualizada e é bastante direcionado para alcançar um objetivo.

Além de muita disciplina e raciocínio, o fato de qualquer porte físico poder praticar o Tênis de Mesa, faz com que seja o esporte ideal para ter o alcance desejado.

A parceria entre o IMSJT e a ATEME é firmada da seguinte forma, o IMSJT fornece o espaço e a ATEME fornece todo o material necessário para a prática do tênis de mesa, juntamente com o suporte dos técnicos e alunos da ATEME. Nossa parceria, ainda prevê palestras com especialistas em integração familiar, psicólogos e atletas profissionais.

Hoje, já estamos em plena atividade, com alguns alunos do IMSJT, selecionados pelo professor Osmir Tamura, já participando de alguns torneios e com 4 bolsistas em treinamento de alto rendimento, junto ao técnico Mauricio Kobayashi. Quem sabe não descobrimos um novo Cláudio Kano ou Hugo Hoyama?